(e)Lauri

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

Cibercultura – Exemplo 3: Crowdfunding


“O
ciberespaço, interligação dos computadores do planeta, tende a tornar-se a principal infra-estrutura da produção, da gestão e da transacção económicas.”(Lévy, 2000, p. 179)

Algumas das práticas ciberculturais não são novas. Algumas eram características de sociedades remotas no tempo (como a instantaneidade da oralidade que se reaviva num suporte cibernético), outras tiveram manifestações pontuais e isoladas em momentos específicos, como é o caso de práticas de Crowdfunding. O que é novo com a cibercultura é o seu potencial, que é maximizado, e a redefinição do tempo e do espaço em que ocorrem (simultaneidade, desterritorialização e instantaneidade).

Com a sociabilidade em rede, ressurgem a nível global práticas características de pequenas comunidades, contrapondo-se com as hierarquias verticais e relações de poder generalizadas na Era Industrial. A nível financeiro e económico, são postas em causa as estruturas de financiamento institucional, passando o indivíduo, tradicional beneficiário das mesmas, a ser de novo o investidor nos projetos da sua comunidade (comunidade essa que pode ser de qualquer espécie, tendo como único ponto de conexão o facto de serem baseadas em interesses comuns). É o poder da multidão composta por inúmeros pontos que se unem entre si de forma rizomática e individualizada.

Diz Lévy que “Por trás da interpretação mercantilista do ciberespaço desponta o projecto de redefinição do mercado em proveito de protagonistas que dominam certas tecnologias e em detrimento (pelo menos no ciberespaço) dos intermediários económicos e financeiros habituais, incluindo os bancos.” (Lévy, 2000, pp. 220-221).

É neste contexto que o ciberespaço corresponde com as infraestruturas tecnológicas necessárias ao suporte financeiro das comunidades virtuais. E uma das suas manifestações (as doações são uma outra manifestação, tomando-se o exemplo do modelo de financiamento da Wikipedia ou de múltiplos freewares) são as práticas de crowdfunding: “Crowdfunding is a novel method for funding a variety of new ventures, allowing individual founders of for-profit, cultural, or social projects to request funding from many individuals, often in return for future products or equity.” (Mollick, n.d., p. 3). É o regresso ao sistema de troca direta, mas permitido pela conetividade e pelo fluxo de informação incessante e transparente que descarta as estruturas totalizantes e permite que novos registos e autores se manifestem.

Bibliografia
crowdfunding / Crowdfunding. (n.d.). Retrieved December 9, 2012, from http://crowdfunding.pbworks.com/w/page/10402176/Crowdfunding
Lévy, P. (2000). Cibercultura. Lisboa: Instituto Piaget.
Mollick, E. (n.d.). The Dynamics of Crowdfunding: Determinants of Success and Failure by Ethan Mollick :: SSRN. Retrieved December 9, 2012, from http://papers.ssrn.com/sol3/papers.cfm?abstract_id=2088298

————

Artigos Relacionados
Cibercultura e os seus fragmentos representativos
Exemplo 1: Creative Commons
Exemplo 2: Tin Can API
Exemplo 3: Crowdfunding

Anúncios

Single Post Navigation

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

Onlinelearn - Thoughts on Course Design

Thoughts about Instructional Design, Articulate Storyline, PowToon and Videoscribe

MPEL6

Do pó da lousa ao ecrã do PC

Mestrar na Web

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

O meu Blogue no MPEL06 - maal

Este blogue foi criado no âmbito do Mestrado em Pedagogia do e_learning e será utilizado para publicar conteúdos das unidades curriculares durante todo curso e não só. Sejam todos bem-vindos!

Um recomeçar no MPEL

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

Blogue da Mara Cristan

Conexão: Sociedade & Educação.

e-Learning ON

e-Learning for the rest of us

Mpeliana em projeto 06

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

Ricardo Carvalho

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

Pedro Vargas no Mpel6

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

Trilhando Pontes...

Entre Educação e Tecnologia| Culturas | Saberes & Pensares & Sentires |Passado-Presente-Futuro...

Blog do e-studante

Este blog falará sobre minhas experiências no Mestrado em Pedagogia do e-learning - Universidade Aberta de Portugal

Aprendizagem viciante

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

"MESTRANDO" NA PEDAGOGIA DO E-LEARNING et al...

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

a-mestrar

Viagem pela Pedagogia do Elearning: à procura do (e) perdido :)

%d bloggers like this: